31/01/2012

Eric Bordalo, quando se perde a inocência.

Poucas coisas na minha vida me deixam tão feliz do que quando entrevisto pessoas que pensam na música com paixão e de forma inteligente.


Quando abri o e-mail e vi as respostas do Eric Bordalo fiquei feliz em saber que ainda existem pessoas que refletem sobre as coisas, são respostas interessantissimas, de um Dj que tem um talento verdadeiro.


Seja como Dj de rock ou de eletrônica os sets do Eric sempre me surpreenderam, agora ele se arrisca produzindo o próprio som.


Com uma parceria muito bem vinda aos ouvidos, ele participa de uma faixa no novo EP da banda Strobo, que é a cara da pós modernidade, com seus flashs e barulhinhos de robô, como diria meu avô.

Antes de qualquer coisa, ouçam o que Eric Bordalo, Arnaldo Miranda e a Strobo aprontaram:



Como essa parceria com a Strobo surgiu? Vocês já eram amigos ou foi uma afinidade musical primeiro?


Foi uma afinidade musical. Eu conhecia o trabalho do Strobo desde o princípio da banda, já havia me interessado pela sonoridade deles. Participo do coletivo Bazinga! e ficamos interessados em produzir um show deles na edição da volta da Bazinga!. E assim foi, conversei com o Kunz e com o Leo sobre o remix, depois de meses eles me procuraram pra que rolasse, eu fiz questão de pedir material novo pra trabalhar, daí eles me procuraram lá pelo meio da gravação do EP.

Trabalhar com música eletrônica te satisfaz de que modo?

Satisfaz a minha alma, não tem muito como explicar. Sou apaixonado por música e nos ultimos 6 anos a música eletrônica tem sido essencial na minha vida musical. Pesquiso muito, leio muito sobre, baixo estilos distintos e agora tô iniciando no mundo da produção de audio.

Produzir música eletrônica exige que o dj tenha que tipo de repertório?

Produzir música eletrônica não é tarefa para Dj's, existe uma diferença entre apenas mixar músicas e produzir músicas. Mesmo que o trabalho de Dj seja criativo e precise de muita técnica a produção é uma realidade muito mais ampla e complexa. Um bom Dj sabe o que soa bem, sabe o que certas sonoridades despertam no ouvinte. É isso que carrega consigo quando vai produzir.

Tu achas que há uma falsa ideia de que munido de bons programas de computador dá pra fazer esse trabalho que fazes?

Sem os programas não haveria essa facilidade. Os softwares popularizaram a produção em audio. Utilizamos os programas Reason e Ableton para a produção dessa faixa. Não é uma falsa ideia, os programas estão cada vez mais criativos, mas ainda depende do humano o comando do som.

Também tocas em festas de rock, achas que existe um abismo entre o dj de rock e música eletrônica, ou algum tipo de preconceito que impeça um ou outro, quem sabe ambos, de evoluir?

Existe um abismo sim, os Dj's de rock não procuram se especializar. Falta prática com os equipamentos, falta um acervo de músicas em boa qualidade, falta um bom ouvido pra equalizar, falta os coletivos valorizarem a função do Dj também. Depende do cara querer evoluir, eu comecei no rock e hoje dedico grande parte do meu trabalho a música eletrônica, dependeu de mim querer conhecer um equipamento melhor que o do porão e dependeu de mim melhorar minha técnica de mixagem, a opção de ir pra eletrônica tanto faz...

Achas que Belém tem construído algo de valor ou ainda tá n'uma película superficial quando o assunto é show de música eletrônica?

A cena de Belém foi muito mais estruturada, hoje temos grandes empreendimentos, mas não temos cena. Se amanhã a pop music parar de flertar com a eletrônica, todos os promoters, fake lounges e afins vão sumir. O que vai restar é uma cena magra e surrada, mas que ama os beats com paixão. Precisamos educar a galera, inserir cultura eletrônica.Em tempos em que o Tecno-brega está em alta acho fundamental uma pesquisa e contextualização da coisa toda.

2 comentários:

  1. O Eric é uma das pessoas que tem a melhor visão sobre a chamada "cena eletrônica paraense", além de ser um baita DJ.

    ResponderExcluir
  2. sim Antonio, assim como você muita gente aprecia o trabalho do Eric :)

    ResponderExcluir