26/11/2012

Bowie e o profeta do caos.




Nunca soube explicar o que ele tem que me faz chorar, que me emociona a ponto de esquecer que estou no mundo. Muito já foi dito sobre David Bowie, muitas resenhas foram feitas, foram diversas as tentativas de falar sobre sua trajetória, de narrar sobre seu Ziggy Stardust e seu jeito peculiar de vestir, de cantar, de se expressar.

Oh, vocês, coisas bonitas (oh,vocês, coisas bonitas)
Não sabem que estão levando sua mãe e seu pai à loucura?
Deixe-me explicar. Você tem que abrir caminho para o Homem Superior!

“Oh You Pretty Things” é uma música de 1972 de Bowie, poderia escolher “Rebel, Rebel” ou “Heroes” para mostrar o que eu mais gosto nele, mas nenhuma me soa tão completa quanto essa. Um piano avisa que chegou a hora de se conectar com tudo aquilo que você tenta esquecer e de repente a voz estranha de Bowie profetiza: Acorde seu preguiçoso! Vista uma roupa, ajeite sua cama (...). Todos os pesadelos vieram hoje e parece que vieram pra ficar. 

Como um profeta ele já revela um futuro cheio de problemas que o homem nem na década de 70 e nem hoje consegue enfrentar. Bowie continua soando atual porque para sua produção musical não existe o tempo cronológico, ele é futuro quando era passado e quando é passado é presente.

O que estamos nos tornando. Sem espaço para mim, sem diversão para você.
Vamos vivendo e tudo parece ser uma repetição do tempo, o que vivemos mês passado se repete agora e a cada ano que rompe novas promessas parecidíssimas com as do ano que se foi são reafirmadas por milhões de pessoas que respondem a mesma coisa para o repórter de TV, que faz por sua vez as mesmas perguntas sobre a ansiedade de um novo ano.

Se estivermos vivendo na eterna repetição do tempo, ou se ao menos é essa a impressão que temos, então é preciso que cada ação seja a reafirmação de nossas escolhas, é preciso que acordemos como Bowie nos diz em seus primeiros acordes. É urgencial que a gente queira chegar ao nível de Homem Superior, não aquele que Hitler pensou, mas aquele que consegue enxergar além, aquele que não se importa de desconstruir pensamentos e evoluir. Como é difícil desconstruir conceitos. Parece extremamente doloroso deixar de falar do filho da vizinha, ou não olhar para ele e querer dizer: viadinho!

Só parece difícil, mas não é. Você tem a força de ser elevado dentro de você, seu Deus é você mesmo, está no seu interior essa voz que profetiza para que você abrace aquilo que o coletivo disse para que deixássemos lá, na sombra de tudo que não é “permitido”. 

Pense em tudo que você poderia ser, em tudo que gostaria de ter feito e perceba o quando você tem feito merda com sua própria existência. Porque não sei se existe céu onde vamos abraçar todos que amamos, porque não sei se a promessa de vida eterna ou de reencarnação se cumprirá, mas sei que temos capacidade de não deixar o mundo escroto.

Ouça a música aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário